Home » » O NOSSO SONHO - CONTO

O NOSSO SONHO - CONTO


AUTOR - DINHO

Olá, eu sou Dinho e já tenho alguns contos publicados pela net, que me fizeram conhecer algumas pessoas maravilhosas, com as quais mantenho um ótimo contato via e-mail ou msn. 
 Recentemente, conheci a Lana, 20 anos, morena (sempre bronzeada com marquinhas), 1.60, 55 kg, pernas grossas, bumbum grande, seios médios e firmes e cabelos pretos lisos. Temos teclando muitas noites e temos descoberto várias afinidades (como o gosto pelo sexo bem feito). O que vou narrar abaixo, com a ajuda da Lana, é um sonho compartilhado por nós dois durante um bate-papo nesta última madrugada(05/05/2010), então vamos  a ele:

Eu estava sem sono e já tinha teclado com algumas pessoas, porém todas estavam indo descansar ou tinham outro programa. Entrei na pagina desse site e comecei a ler alguns contos, quando a Lana logou o msn. Cumprimentei-a, como de costume e trocamos algumas palavras e, já por termos teclado antes, senti que ela estava meio monossilábica, talvez com algum problema. Percebendo isso e já pelo adiantado da hora dei meu boa noite e falei que ia deixá-la descansar, quando ela me pede pra ficar mais um pouco. Ela me disse que estava com alguns problemas com o namorado e estava meio chateada. Brinquei com ela e disse que ficaria sim junto a ela e que se pudesse estaria do seu lado e lhe faria uma deliciosa massagem relaxante. Ela gostou e idéia e então comecei a descrever como faria com ela:
 Primeiramente, arrumaria uma local ( uma cama) e deitaria seu corpo coberto apenas por uma calcinha pequena, fio-dental, nesse local. 


Deixaria o ambiente à meia luz e colocaria uma música suave... espalharia óleos aromaticos em minhas mãos e começaria a aplicar sob sua pele, iniciando por seus pés e subindo, em movimentos circulates pelas batatas da perna, até atingir sua coxas grossas. Afastaria lentamente suas coxas para melhor fazer os movimentos na parte interna das mesmas, porém começo a perceber que sua respiração vai ficando diferente e os pêlos mínimos de seu corpo ficam eriçados. Passo lentamente minhas mãos perto de sua virilha e consigo sentir o calor de sua bocetinha, perto de meus dedos. Aproveito a proximidade, toco a pontinha de meus dedos e sinto sua calcinha úmida. Subo mais um pouco minhas mãos e toco sua bunda linda, durinha, gostosa, onde se destacam marquinas de bíquini. Nesse momento, meu pau já pulsa dentro de minha calça.
 Continuo subindo e massageio suas costas, percebo que você olha para o volume na minha calça, depois fecha os olhos e morde os lábios.

Você me pede pra massagear novamente suas coxas, com um pouco mais de óleo, e de olhos fechados, me pede que tire sua calcinha. Avanço pelas laterais de sua mini calcinha e vou puxando lentamente, você dá uma empinadinha na bunda pra facilitar a saída e tenho a visão de uma bocetinha linda, carnuda, peladinha e totalmente molhada. Espalho mais um pouco de óleo e começo os movimentos perto dela. 
 Meus movimentos agora são mais precisos e toco com os dedos na sua xaninha. Você remexe o corpo e suspira gostoso. Não resisto mais e vou encostando minha boca em suas coxas e subindo meus lábios por ela, até sentir o cheiro de fêmea tarada que sai de sua bocetinha. Você arrebita sua bundinha e eu encosto a ponta de minha língua na sua xana. 
 Vou lambendo bem gostoso sua bocetinha e, pela sua posição, aproveito e passo minha lingua no seu cusinho... agora sim, você geme gostoso.

Viro seu corpo de frente pra mim e vejo seus peitos lindos apontados pra cima... beijo sua boca, um beijo gostoso, lento, prazeroso... vou descendo e coloco o bico do seu peito na minha boca, chupo, dou pequenas mordidas e continuo passeando por seu corpo. Desço pela barriga e chego em sua virilha. Me delício... toco sua bocetinha com a mão e abro ela com meus dedos, para começar a chupar com gosto, a lamber cada pedacinho de sua bocetinha, que está pingando de tesão. 
 
Ainda com a boca nela, coloco um dedo dentro e faço movimentos circulares... sinto você tremer, aumentar seus gemidos e gozar pela primeira vez na noite... Não te dou sossego e continuo chupado gostoso. Você, entre um gemido e outro, pede para chupar meu pau. Tiro minha calça e cueca junto e fico em pé, na beira da cama. Vc senta na cama, entre minhas pernas, acaricia meu pau, e, olhando nos meus olhos, começa a beijar, depois lamber e aos poucos vai engolindo aquela vara... sinto o calor de sua boca nele... você vai chupando gostoso e deixando ele todo babado.

À muito tempo não ganhava uma chupada tão gostosa. Me seguro para não gozar. 
 
Você tira ele da boca e, punhetando ele, me pede pra te fuder... Sento na cama, com o pau apontado pra cima... você dá outra lambida nele e vai sentando sobre ele. Sinto sua boceta toda molhada e meu cacete vai entrando e rasgando sua carne... você faz um pequeno movimento de sobe e desce e acaba de engolir minha vara. Vôce da uma rebolada gostosa no meu pau... dou um beijo na sua boca e você começa a cavalgar lentamente no meu cacete. Sinto ele ir ate perto da entrada de sua boceta e você volta a sentar deixando somente minhas bolas de fora... você geme alto... diz que é minha puta, que está louca de tesão, que quer gozar muito...


Aperto seus peitos, você geme alto e goza de novo, melando mais ainda meu pau.

Joso seu corpo na cama e começo a te fuder gostoso num tradicional frango assado. Sua buceta está uma delicia... meu pau entra e sai rápido, sem dar trégua pra você. Viro você de ladinho e meto tudo de novo. Volto a castigar sua bocetinha... meu pau chega a doer de tão duro que está.
 
 

Coloco você de quatro e admiro sua bunda linda, mas meto de novo na sua bucetinha... seguro pela sua cintura e meto fundo, porém lentamente, controlando os movimentos e sentindo todo o rebolar de sua bunda. Aperto sua bunda e vejo um cusinho delicioso... brinco com meu dedo na portinha dele... você pára com meu pau atolado na sua xana e fica rebolando e curtindo meu dedinho na porta de seu cú.
De repente vc vira o rosto pra mim e com a cara de tarada me fala:

Lana: 
-Amor, fode o cú da sua puta, fode, mete seu pau no meu cú... vem, amor... sou sua puta... quero você todinho dentro de mim.

Como resistir a um pedido desses... saco meu pau de sua boceta, dou umas lambidas no seu cú, sentido ele se fechar e abrir na minha língua... deixo ele todo babado e aponto meu cacete bem no meio dele... forço aos poucos, mas ele não entra... meto de novo na sua boceta e tiro ele mais melado ainda... forço de novo e aos poucos ele vai rompendo a resistência e a cabeça entra. Páro um pouco, para você se acostumar com o invasor, mas você vai empurrando a sua bunda de encontro a ele até ele sumir todo no seu cú guloso.

Que cú gostoso, quente... tiro e meto meu pau dentro dele e vou alargando suas pregas... seguro nos seus cabelos longos e faço você empinar mais ainda sua bunda... agora sou eu que não vou aguentar muito tempo... mas você também urra a cada estocada no seu rabo. Aviso que vou gozar e você pede pra eu segurar mais um pouco e pede pra eu meter mais forte... dou estocadas profundas no seu rabo e você grita, geme, urra, fala que quer gozar pelo cú, que tá se acabando e goza muito...
 Meto mais um pouco e gozo no seu cú faminto.


Lavo você por dentro, com minha porra. Caímos um sobe o corpo do outro, extenuados, suados, satisfeitos, porém ainda engatados. Ficamos um tempo junto nos curtindo, na cama, trocando carícias e beijos, até meu pau sai de dentro de vc. Vamos para um delicioso banho com promessas de continuarmos, pois você me diz que ainda não gozei na sua boca...



Esta é uma homenagem à minha amiga Lana, inspiração de todo esse tesão.


 
Support : Copyright © 2015. Swkalo - All Rights Reserved