Home » » Reflexos de nós... ( parte XI )

Reflexos de nós... ( parte XI )

...

Verbalizei-me com a mesma exuberância com que os teus lábios e as tuas mãos me abalroavam…incontrolável, assim me sinto…perante o teu desempenho, perante a tua entrega…
Fazes redescobrir-me…reinventar-me….contigo vou para além de mim…ultrapasso-me e deixo-me levar pelos trilhos que agudamente me endereças.
Irreversivelmente dou-me a ti sem modéstia porque sei que estás à minha espera…nesse todo em que nos transformamos.
Gosto quando me levas ao limite e ficas dissimuladamente na expectativa das minhas reacções e dos meus avanços.
Peço-te que não pares porque me aproximo cada vez mais do culminar dos meus sentidos mas tu maliciosamente não me obedeces…paras e observas-me… (o que tu gostas de me olhar…de me prender a ti pela força do pensamento).
O suor trespassa o meu corpo e corre enraivecido pela minha pele, do meio das minhas pernas escorre o despropósito do meu sentir…e tu apadrinhas com a tua língua esse momento e fazes a benevolência de comigo o partilhar…lambuzar-me de mim mesma e eu gosto de me saborear por entre a tua saliva…quente…espessa…deliciosa.
Inclino-me sobre ti…e tu deixaste deslizar na esperança que te acompanhe…e eu não te desiludo…gatinho sobre ti para me enroscar para te sentir pleno, intenso…e absorvente.
Cobiço-te com os meus olhos, agasalho-te com as minhas mãos e faço-te deslizar para dentro de mim…sim porque preciso sentir-te…ali estou sentada sobre ti numa dança energética e impaciente…o meu cabelo acompanha o meu ritmo e faz-se baloiçar sobre as minhas costas nuas…marcadas pela paixão dos teus abraços pela intensidade do teu tocar…seguras-me na anca e puxas-me para ti…e murmuras em tom rouco, fatigado do prazer k guardas na garganta que gostas que te monte…que seja coreógrafa desse bailado em que colocamos nos corpos.
O espelho continua fiel voyeur do nosso ardor e perturbadoramente reenvia a nossa imagem cada vez que nos lembramos dele…

                                             
       continua em :
   De olhos bem fechados...

*** Ártemis ***
 
Support : Copyright © 2015. Swkalo - All Rights Reserved